Mudança Interestadual Compartilhada:até 40% de economia na sua mudança
Please reload

Posts Recentes

Caminhão de Mudança: Como organizar uma mudança residencial

December 15, 2017

1/2
Please reload

Posts Em Destaque

Mudança Interestadual Compartilhada: o sistema que garante até 40% de economia na sua mudança

January 25, 2019


A mesma segurança e garantia de um sistema convencional, mas com quase a metade do preço.

 

Vai mudar de estado e quer fazer a mudança da sua casa ou empresa por quase a metade do preço? Com o sistema de Mudança Interestadual Compartilhada é possível. Você tem toda garantia de segurança e cuidados dos seus pertences, mas economiza na hora de pagar. Mas, antes de contratar, é importante entender como funciona e qual o procedimento, também conhecido como sistema de aproveitamento. Por isso, trouxemos tudo que você precisa saber antes de contratar esse serviço. 

 


Mudança convencional x Mudança compartilhada


Primeiramente é imprescindível entender a diferença entre o sistema de Mudança Interestadual Direta e a Compartilhada. Na primeira, o cliente é quem define a data de saída e de entrega e a empresa responsável pela mudança precisa cumprir os prazos. “Será respeitado os prazos que a empresa precisa para o deslocamento para garantir uma mudança de qualidade. Mas o cliente define a data de retirada e entrega”, conta Joice Stegue, supervisora de vendas da Premium Mudanças Especializadas.

 

Já no sistema da Mudança Interestadual Compartilhada é um pouco diferente, porque o cliente precisa ter um pouco mais de flexibilidade para retirada e saída da entrega. “Como o frete de mudança é dividido entre mais de um cliente, é preciso ser flexível, pois precisaremos conciliar as datas uma da outra”, esclarece.

 

 

Requisitos necessários

Para o cliente ter a opção de contratar um sistema no aproveitamento, ele precisa estar dentro dos requisitos que a empresa pede. “Aqui na Premium, os critérios são em relação ao destino e o tamanho da mudança. Oferecemos essa opção para as cidades de Florianópolis, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Brasília e Belo Horizonte, pois são os locais com mais procura. Para outras localidades, a mudança deve ser obrigatoriamente direta, sem compartilhamento”, diz..

 

Já o volume da mudança, medido em metros cúbicos, deve ser relativamente pequeno, por causa da divisão do espaço no baú do caminhão.

 

 

Garantia de segurança

 

O limite de metragem também permite que tudo seja feito de uma forma organizada sem riscos para os pertences de cada cliente. “O cliente pode ficar tranquilo que toda mudança é encaixotada e identificada, para que tudo chegue no lugar do jeito que saiu. Os nossos colaboradores vão até a residência do cliente, fazem toda a parte de embalagem de móveis e objetos. Cada item é embalado de acordo com a necessidade de proteção, então todo cuidado é levado muito em conta para que a empresa possa garantir a integridade dos itens do início ao fim do serviço”, conta. 

 

Em seguida, as caixas são levadas ao guarda móveis, onde ficam armazenados de forma segura, em ambientes arejados e box individuais, aguardando a data de saída para o destino. “Caso a retirada seja em outra cidade, que não Curitiba, não deixamos no guarda móveis porque geralmente já fazemos a entrega, a não ser que ele não tenha disponibilidade para receber”, reforça a supervisora de vendas. 

 

 

Conciliação de mudanças 

 

Neste sistema de mudanças compartilhadas, não necessariamente precisa ter uma mudança para o mesmo local quando ele contratar. “O cliente pode contratar hoje e não ter nenhuma disponibilidade para a rota e amanhã já surgir um caminhão que vá para o mesmo destino. Isso não precisa ser uma preocupação do cliente, pois a empresa faz essa conciliação de mudanças”, explica. 

 

Quer garantir a sua Mudança Interestadual Compartilhada e pagar até 40% menos do que na Mudança Convencional? Entre em contato e peça um orçamento para nossa equipe!

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga